A cidade encanta pelo patrimônio histórico, mas também pela riqueza do artesanato, sobretudo em madeira (marcheteria), labirinto, conchas do mar, côco.  Entre as atrações históricas está a riqueza arquitetônica do Cemitério de Arês, erguido em 1882; o pelourinho, datado de 1760; e a Igreja de São João Batista, considerada uma das mais antigas do Brasil, datada do século XVII.