Conforme tradição oral, e transmitida de geração em geração, num tamarineiro em 29 de Setembro de 1884, foi criado o lugarejo de São miguel do Gostoso, pelo Missionário e Frei João do Amor Divino e entre as comemorações fazia parte de uma missa, e no final desta, foi chantado um cruzeiro em comemoração a data. Local este conhecido como Maceio, mas precisamente no tamarineiro, conhecido carinhosamente como praça dos anjos. Por ser ali que enterravam os anjinhos (recém nascidos falecidos), vem dai o nome PRAÇA DOS ANJOS.

São Miguel do Gostoso ganhou fama a partir do final dos anos 90 e é hoje um dos principais destinos dos amantes de wind e kitesurf que visitam o Estado. Um belo conjunto de falésias, conhecido como Tourinhos, também encanta os visitantes. São Miguel possui ainda uma rica tradição em cultura popular: bumba-meu-boi, pastoril e o artesanato são destaques da cidade. A culinária é outra atração: além dos frutos do mar, em Gostoso come-se o famoso arroz de polvo, que faz juz ao nome da cidade e é um dos pratos mais pedidos na Região.