No Rio Grande do Norte, o turismo está zoneado em espaços físicos, denominados Polos Turísticos. A diversidade de atrativos naturais, culturais e os aspectos econômicos possibilitou a divisão do estado em 5 Polos Turísticos, Seridó, Costa das Dunas, Costa Branca, Agreste/Trairí e Serrano.

O Estado possui 65 municípios turísticos distribuídos em cinco polos, que em razão de suas características, do contexto onde estão inseridos, do potencial turístico e das necessidades do mercado, não se desenvolvem de forma uniforme.

polos

A região do Pólo Costa das Dunas é a mais competitiva do RN. É a porta de entrada do Estado, localizado no litoral oriental, onde o azul do mar e o brilho do sol dão boas-vindas aos visitantes, que se encantam pelas belezas das praias, lagoas, falésias, dunas e o maior cajueiro do mundo. Uma viagem de emoções e muita aventura nos passeios de buggy, mergulho e esportes radicais. O visitante também conta, em toda a extensão do Pólo, com uma completa infra-estrutura turística, composta de pousadas, hotéis, restaurantes, bares, bistrôs, parque aquático, entre outros. O Pólo Costa das Dunas encanta ainda pelo rico artesanato, folclore, além de muitos monumentos turísticos, repletos de história, irresistível gastronomia potiguar com o camarão e a famosa carne de sol. Destaque para a capital Natal e praias internacionalmente conhecidas, como Ponta Negra, Jenipabu, Maracajaú e Pipa.

O Polo Costa Branca é marcado por um incrível contraste: de um lado, a vegetação caatinga, repleta de xique-xiques e juremas. Do outro, o mar, dunas multicoloridas, falésias e quilômetros de praias praticamente desertas. A tranquilidade da atividade rural convive em plena harmonia com a movimentação turística. Essa região é grande produtora de sal, petróleo e fruticultura. Reúne sítios arqueológicos e paleontológicos.

O Polo Agreste/Trairí encanta pela beleza deste pedaço de Sertão Nordestino, excelente para a prática do Turismo de Aventura pelas suas serras, rochas e lajedos. Os festejos juninos e religiosos, as tradicionais vaquejadas e a culinária são outros atrativos para quem visita uma das 11 cidades da Região.

O clima ameno de suas cidades, que varia entre 16º a 22º, é uma das principais características dos destinos que compõem o Polo Serrano. Situado no semiárido nordestino, o Polo Serrano é a atração dos adeptos do ecoturismo, pela geografia favorecida com montanhas e grutas. O clima de serra e a gastronomia requintada fazem da região o melhor lugar para se viver a experiência do “inverno nordestino”.

Localizado ao sul do Estado, o Polo Seridó Faz parte do Nordeste semiárido e abrange importantes sítios arqueológicos, que registram a presença do homem pré-histórico, através de enigmáticas inscrições rupestres. O Polo Seridó ainda apresenta majestosas serras, cavernas misteriosas, trilhas, rios, açudes e tanques naturais.

A força das tradições populares, como folguedos e festas religiosas, despertam o fascínio dos visitantes. Entre suas maiores potencialidades turísticas, se incluem também a gastronomia genuinamente sertaneja e seu rico artesanato com seus famosos bordados.